Evolução

domingo, 29 de setembro de 2013

Minha cirurgia bariátrica...

Oi gentemmmmmm, voltei, vou contar tudinho, começando pelo começo... rs

Bem, vamos lá, deixe-me recapitular mentalmente os passos:

Me internei à meia-noite de quarta-feira 18/09/2013 no Hospital 9 de Julho em São Paulo, eu moro no interior, então foi uma viagem de 2 horas, me despedi dos meus filhotes, 9 ao todo (Bruno, Giulia, 4 cachorrinhas - Chanel, Teca, Jade e Bella, 1 gatinha - Lola, 2 calopsitas - um casalzinho, Tita e Wil) às 21:00 hs e fui com meu marido. Chegamos 20 minutos adiantados, e ficamos no café do hospital, quer dizer, eu em jejum até de água já e meu marido tomando um café... rs)

Às 0:00 do dia da minha cirurgia subimos para o quarto, tive uma grata surpresa, o Hospital estava cheio e nos acomodaram em uma suíte master, olha a fotinho aí, um luxo, quarto, sala, uma copinha com frigobar e dois banheiros enormes, meu marido nem usou o meu banheiro, ficou exclusivo para mim...



Bem, a euforia da viagem me tirou o sono, mas tinha que descansar, não sem antes tirar umas fotinhos para o antes e depois que ainda não tinha feito; logo nos acomodamos e dormimos.

A cirurgia estava marcada para as 9:00 hs da manhã, mas eu tive que acordar às 6:00 hs para tomar o remédio da pressão, conforme prescrição da minha cirurgiã, então acordei, tomei banho e fiquei lá na preguicinha, em jejum claro. A enfermeira veio me pesar, deu exatos 115 kg (e pensar que quando comecei os exames para a cirurgia estava com 108), nunca atingi este peso antes, foi meu auge, graças à Deus estava no dia da cirurgia pq nunca mais se repetirá, muito menos ultrapassará.

Ali na espera já eram 9:20 hs e não vinham me buscar, estava consumida pelo medo e pela ansiedade, confesso que mais medo do que ansiedade. Por via das dúvidas, não que eu não estivesse confiante, mas o risco sempre existe, então passei algumas orientações para o meu marido caso eu não voltasse, ele nem levou a sério pq sentia total confiança de que isso não ocorreria. Então apareceu o anestesista para conversar comigo, fez uma anamnese da minha saúde, e me tranquilizou sobre o procedimento, explicando detalhadamente como tudo procederia.

Pois bem, 9:40 vieram me buscar, e como de praxe permitiram que meu marido me acompanhasse até a porta do centro cirúrgico para se despedir, nos despedimos muito tranquilamente e entrei na ala de pré-operatório que fica ao lado da recuperação anestésica. Ali passa um filme na cabeça da gente, mas não senti medo, fiz uma oração fervorosa e senti todo o conforto que Deus me deu. Fui ficando ali e já se passavam das 10:00 quando entrei para a sala de cirurgia.

Na sala de cirurgia começaram a me preparar, enfaixaram minhas pernas somente, nada de meia e nem de massageador, quase tudo pronto, então entra na sala a Dra. Paula Volpe, melhor momento do dia ver aquele rosto familiar em quem confiamos, veio até mim e perguntou se eu estava com medo, disse que estava com medo de sentir dor quando acordasse, ternamente ela colocou as duas mãos no meu rosto e disse: "Não vai sentir", ficou por uns segundos olhando nos meus olhos e saiu, acho que nunca me esquecerei deste momento... Fiquei muito tranquila e segura, em seguida colocaram a máscara de oxigênio e não vi mais nada...

Não me lembro do anestesista me acordar na sala de cirurgia, na outra cirurgia que fiz eu me lembro do anestesista me chamando e falando acorda, acabou... desta vez não lembro disto, me lembro acordando na sala de recuperação anestésica, muito grogue ainda, tentava acordar e adormecia, tentava novamente e adormecia novamente, por várias vezes, quando finalmente consegui despertar um pouquinho mais me senti travada de dor, não sabia nem dizer aonde doía, mal podia me mexer, fiquei ali gemendo, por fim a enfermeira veio e me perguntou qual a intensidade da dor de 0 a 10, respondi 7, ela achou bastante, consultou minha equipe médica pelo telefone, pude ouvir, voltou e me aplicou morfina, então apaguei novamente...

Quando despertei não sentia mais dor nenhuma... Me prepararam e me levaram para o quarto, onde finalmente encontrei-me com meu marido. Eram 17:00 hs, ele disse que minha cirurgiã falou com ele ao final da cirurgia às 14:30 hs, então aquela recuperação anestésica até que foi rápida, mas me pareceu uma eternidade, eu queria ir logo encontrar-me com ele para ele pudesse ver que eu estava bem, ele disse que ligava lá na recuperação anestésica a cada meia hora e tinha notícias exatas do meu estado, mas estava preocupado, tadinho...

Bem, voltando então para o quarto, passei muito bem, sem sede, sem fome, sem dor, e o melhor de tudo - sem dreno. Desenfaixaram minhas pernas e me colocaram para caminhar imediatamente, seguindo o protocolo da minha equipe médica, que não prescreveu meias anti-trombo, nem nenhum medicamento neste sentido, ou seja, eu era obrigada mesmo a andar para circular o sangue e evitar o risco de formação de coágulos.

A primeira levantada me deixou tonta, me sentei na poltrona e esperei um pouco, tudo com o auxílio da enfermagem. Comecei caminhar pelo quarto 5 minutos e sentava, logo fui dar uma volta no corredor. Cada vez que me sentava meu marido vinha e massageava minhas pernas, neste momento o medo de uma complicação é enorme, tinha pavor de ter alguma complicação e ter que ir para a UTI, mas graças ao nosso
bondoso Deus isso não ocorreu. Passei muito bem a noite, e acordei bem também.

Chegou minha primeira refeição pós-cirurgia, o café da manhã. Vieram chá de Camomila, Gatorade, Água de Coco e Água. Muito medo nesta hora! Comecei pelo chá, depois que esfriou, coloquei um copinho e segui a prescrição da minha cirurgiã, meio copinho, espera 5 minutos, mais meio copinho, fiz assim, com muito medo, mas desceu, assim foi no decorrer do dia. Se tudo corresse bem como estava correndo, teria alta neste mesmo dia à tarde, mas...

Bem, na parte da tarde comecei a me sentir muito mal, uma dor horrível no peito, não conseguia ficar em pé e não podia ficar deitada, tinha que caminhar a qualquer custo, pelo risco de trombose e embolia, e também para eliminar os gases que eu achava que não tinha. Tomei meio copinho de água que me pareceu ser a morte, não sei se tomei rápido e foi meu primeiro entalo, neste momento a enfermagem chamou minha equipe médica, e o médico assistente da minha cirurgiã veio imediatamente me ver. Constatou que eram os benditos gases, ufaaaa que alívio, alívio por saber que não era nada grave. Me prescreveu Luftal que só existe via oral, e até então não havia prescrição e me mandou não parar de caminhar, daí pra frente eu passei a caminhar 40 minutos e sentar 10, muito exausta, mas a dor não passava, parecia que os gases estavam no meu peito e não saíam, até que me deu náuseas e vomitei, vomitei um vácuo, não saiu nada, mas foram duas vezes, acho que expeli aqueles gases que me sufocavam o peito. Instantaneamente a dor passou. Dormi, muito bem.

Dia seguinte, sábado 2º dia pós cirúrgico. Acordei bem, cedo, fui logo tomar banho e preocupada em ir logo caminhar. Tomei meu desjejum, e na hora que me levantei, tudo de novo, lá estavam eles, os benditos gases, me sufocando novamente. O assistente da minha cirurgiã, viria antes do almoço para me dar alta, era tudo que eu queria, mas eu operei em São Paulo e moro no interior de SP, como iria embora tão instável assim? E se piorasse? Neste dia não estava mais conseguindo me alimentar, nem beber um gole de água, as dores dos gases estavam me matando. O médico passou e disse que se eu fosse embora assim iria desidratar e voltar ao hospital em um quadro pior, então nem cogitei esta possibilidade. A solução seria mais Luftal e mais caminhada, e lá vamos nós... Novamente só passou com o vômito do vácuo, mas isso dói muiiiito, o estômago sensível e a contração do vômito, choreiii de dor... mas o alívio foi instantâneo. Passei o restante do dia muito bem, entre caminhadas, meus golinhos no copinho, e um soninho. Dormi bem.

Terceiro dia pós cirúrgico, domingo. Acordei muito disposta, sem dor nenhuma, sem gases, tomei banho sozinha, me vesti, tomei meu desjejum, fiz minha caminhadinha, e fiquei esperando meu médico passar para me dar alta. Foi o que ocorreu, ele passou às 10:00 hs me encontrou ótima, já não estava nem com soro mais, me deu alta, passou as prescrições, marcou o retorno para 30/09. Então fomos embora para casa, enfim... Que saudades de casa...

Este post já está bem grande, me desculpem, mas quis relatar em detalhes tanto para conhecimento de vcs que o visitam e me acompanham, quanto para mim mesma, para a posteridade.

O dia-a-dia daí pra frente contarei em outros posts.

Bjs a todos (as), fiquem com Deus!

21 comentários:

  1. Nossa... me passou um filme na cabeça agora lendo seu post... Voltei para a minha cirurgia e lembrei de todos os detalhes...

    Boa recuperação e siga tudo direitinho ta?
    Beijao

    ResponderExcluir
  2. Nossa, dá pra ver que nada foi fácil, mas sei que está valendo a pena! Muita saúde pra vc! Bjks

    ResponderExcluir
  3. Passou um filme na minha cabeça... Espero que vc fique bem. Tenha calma, o começo é meio chatinho, mas vai valer muito a pena.

    Boa sorte Vanessa! Beijos! Estou torcendo por vc!

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa, que bom que deu tudo certo, estava na torcida por vc! Vendo sua história me lembro da minha que está recente também...acho que jamais me esquecerei deste dia. Siga todas as reomendações e sua vitória estará garantida. Felicidades pra vc, bem vinda ao jardim das borboletas bariátricas!!! Vamos rumo ao corpo saudável. beijos, precisar estou aki.

    ResponderExcluir
  5. Oi querida, feliz demais em ter mais notícias.
    Que bom que apesar desses pequenos transtornos tudo acabou bem, e vc já foi pra casa.
    Realmente os gases fazem uma pressão no peito que assusta, e a gente logo pensa no pior.
    Espero que esteja conseguindo tomar os líquidos direitinho nessa fase que é a mais chatinha. Depois dela tudo é mais fácil, inclusive o emagrecimento.
    Estou aqui, continuo na torcida e nas orações, quero ver vc muito linda.
    Bjuuuuuuuuuus.

    ResponderExcluir
  6. Ah, esqueci de comentar do quarto, que luxo hein amiga?!?!?!?!?!?!?!?
    Nossa, adorei demaaaaaaaais!!!

    ResponderExcluir
  7. Muito bacana seu blog.
    Minha cirurgia esta marcada para 25.10.2013.
    Se puder visitar meu blog: http://oladobdabariatrica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Van
    que felicidade!
    vc saiu rapido do hospital!
    esse medo dá mesmo é normal, mas deu tudo certo graças a Deus orei muito por vc

    e vc recebeu a cartinha? ficou dando erro no site não sei se foi ou não!
    Beijoos

    ResponderExcluir
  9. Oi Vanessa! Meu pós foi super tranquilo e com quase duas semanas não passei mal nenhuma vez, graças a Deus! Fui ao médico com uma semana e já emagreci 8,350 quilos. Agora só vou me pesar dia 21, que é o dia de fazer a endoscopia para verificar se ta Td bem. Continuo na torcida por vc. Bj!

    ResponderExcluir
  10. Nao some naum venha nos falar como esta passando esses dias! Fico feliz q tenha corrido tdo bem bjs estou acompanhando

    ResponderExcluir
  11. Oi Van, que bom que deu tudo certo, e sua equipe medica foram precavidos e não deixaram vc ir embora. Esta chegando a minha ui ui ui rsrs... só penso na recompensa do depois. Olha se cuida viu, segui tudo corretinho. bjus fica com Deus

    ResponderExcluir
  12. Que legal que deu tudo certo!! Se cuide! Um beijão!

    ResponderExcluir
  13. Oi Vanessa , parabens estou adorando seu Blog , eu estou na fase de pre operatorio..e li aqui que vc operou pelo Hospital 9 de julho. Vc gostou do hospital? Pois estou na duvida para escolher e o meu convenio me deu esta opcao do H 9 de Julho. Obrigada.bjs

    ResponderExcluir
  14. Qe bom que deu certo linda, boa sorte :*

    ResponderExcluir
  15. Gentemmmmmm muito obrigada pelo carinho e pela torcida por mim... Vcs são o melhor e maior apoio que tenho nesta minha luta... Bjs. Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao teremos mais posts? Faz uma forcinha poxa!!!! Bjos e espero que esteja bem

      Excluir
    2. Ownnn minha querida, desculpe pelo sumiço, tem um post novo e eu vou tentar atualizar tudinho aqui... Bjs... Obrigada pela preocupação... Fique com Deus!

      Excluir
  16. Como estás querida??? estou sentindo falta dos seus posts..... Bjokas e manda notícias....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, eu estava meio desanimada, mas seu recadinho me animou de postar aqui no blog, aos poucos vou atualizar tudinho... Bjs... Fique com Deus!

      Excluir
  17. Só em ler sua história meu coração fica palpitante pois estar chegando o dia do meu renascimento, te desejo força, saúde e fé para continuar sua conquista!

    ResponderExcluir
  18. Olá, nós da Caw Comunicação & Marketing estamos assessorando uma Campanha Social chamada "Quilos pra Quem Precisa". Você já conhece?
    Nesta campanha, os pacientes que fizeram a Cirurgia Bariátrica escolhem dentre as instituições Hope, LBV E TUCCA, e doam um valor equivalente aos kgs eliminados com a cirurgia, considerando o valor do kg de alimento sendo R$3,00. Desta forma, se o paciente eliminou 10kg, doará R$30,00.
    As doações poderão ser feitas pelo site www.quilospraquemprecisa.com.br até o início do mês de dezembro, quando será feito o encerramento da campanha.
    Após o encerramento, os participantes concorrerão a um prêmio no valor de R$15.000,00 além de participarem da cerimônia para a entrega simbólica do cheque para cada instituição.
    Para mais informações, segue o vídeo explicativo da campanha: http://youtu.be/ivNE9EQ2o6c
    “Você perde peso e eles ganham uma chance.” Participe!

    ResponderExcluir

Estou muito feliz com a sua visite. Não vá embora sem deixar um comentário. Obrigada.